Você está aqui: Página Inicial > Notícias > NOTA DE REPÚDIO

Notícias

NOTA DE REPÚDIO

O Campus Dianópolis do Instituto Federal do Tocantins, por meio de seu Diretor-geral, Jonas Reginaldo de Britto, repudia os atos de intolerância e de preconceito racial manifestadoscontra

O Campus Dianópolis do Instituto Federal do Tocantins, por meio de seu Diretor-geral, Jonas Reginaldo de Britto, repudia os atos de intolerância e de preconceito racial manifestados contra os estudantes das primeiras séries do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio desta unidade de ensino, durante a realização da 2ª edição do Projeto ArtShow.
por Coordenação de Comunicação e Eventos publicado: 22/08/2017 00h00 última modificação: 22/08/2017 12h20
NOTA DE REPÚDIO
Campus Dianópolis do Instituto Federal do Tocantins, por meio de seu Diretor-geral, Jonas Reginaldo de Britto, repudia os atos de intolerância e de preconceito racial manifestados contra os estudantes das primeiras séries do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio desta unidade de ensino, durante a realização da 2ª edição do Projeto ArtShow.

É importante destacar que o racismo é inaceitável  e deve ser firmemente combatido, a prática do racismo integra os chamados  crimes de ódio, conceito que, se não presente na lei brasileira expressamente, é compreendido em todo mundo.

Sem respeito aos direitos humanos não é possível proteger a dignidade da pessoa humana, e para que ela seja robusta e se destaque como o que inspira nossa democracia, precisamos agir, aqui e agora, em repúdio a todas as formas de racismo e discriminação.

A instituição preza e pratica ações preventivas e educativas, objetivando a conscientização e boas práticas por parte da comunidade acadêmica. Desta forma, não há como aceitar manifestações depreciativas e que vão de encontro à missão institucional do IFTO, que valoriza a diversidade humana.

Campus Dianópolis do IFTO não medirá esforços para fazer valer a necessidade de eliminar rapidamente a discriminação racial, em todas suas formas e manifestações, e de assegurar a compreensão e o respeito à dignidade da pessoa humana, apurando com rigor os atos de intolerância e preconceito praticados por estudantes desta instituição.
Dianópolis, 22 de agosto de 2017.
Jonas Reginaldo de Britto
Diretor-geral pro tempore
Campus Dianópolis/IFTO